O Bicho do Empreendedorismo

De acordo com o IBGE de cada 10 novas empresas, 6 fecham antes de completar 5 anos de vida.

Isso é um dado alarmante para o empreendedorismo brasileiro, além da falta de preparo de muitos empreendedores (pois não somos incentivados desde cedo a aprender a empreender) temos os fatores burocracia e altos impostos criados por nossos excelentíssimos burocratas do governo, que infelizmente chegam ao poder sem entender como funciona o livre mercado.

Tudo isso está lincado e juntos são os problemas que todo o corajoso empreendedor vai enfrentar ao resolver perseguir seu sonho de cuidar do próprio nariz. Isso faz parte do dia a dia do empresário, não há como fugir, mas há como evitar dores de cabeça no processo, simplesmente ouvindo os “mais velhos”, e quando digo mais velho não quero dizer em idade, e sim em experiência, é aquilo, “aprenda com os erros dos outros”.

Nesses anos de empreendedorismo que tenho (12 anos) vi e já enfrentei bastante coisa e claro continuo enfrentando algumas novidades desagradáveis, no entanto, sempre busco a experiência de outros profissionais para resolver os intempéries que essa jornada sisma em nos presentear.

Quando deixamos de lado a burocracia e os impostos, sobra a nós a falta de preparo dos empreendedores em lidar com o dia a dia do negócio. Quando somos pequenos, e acredito que todos por aqui começaram ou começarão assim, temos de ser tudo na empresa, desde o cara que coloca a mão na massa, o marqueteiro, o vendedor, o SAC (serviço de atendimento ao cliente), o controlador financeiro, o faxineiro e por ai adiante.

É obvio que frente a tantas funções estaremos despreparados para assumir algumas delas, afinal, podemos ser bom vendedor, no entanto, ser péssimo em cuidar do controle financeiro.

empreendedor

Como eu disse, em todos esses anos já presenciei casos de excelentes profissionais (técnicos) que simplesmente não sabem atender ao cliente ou separar o caixa da empresa das despesas pessoais. Casos de pessoas extremamente controladas mas que não tinham tino para realizar o serviço no dia a dia (até sabem bem, mas não tem a paciência necessária para se detalhar um carro por exemplo). De nada adianta você ser bom em somente uma função, dessa forma seria melhor trabalhar para os outros, desempenhando uma excelente função, afinal, a chance de você quebrar será enorme. A beleza e segredo de empreender é saber de tudo, ao menos o suficiente para se virar.

Para resolver esse problema existem basicamente 3 formas seguras (cogitando que você já seja muito bom por exemplo em Polimento e queira abrir uma empresa para prestar esse serviço):

  1. SE PREPARAR ANTES DE INICIAR O NEGÓCIO: Essa é a mais lógica, dessa forma você reconhece seus pontos fracos e procura conhecimento para trabalha-los, seja em cursos preparatórios, ou mesmo procurando um emprego temporário que lhe ensine a por exemplo perder a inibição em vender. Claramente a primeira opção é a mais fácil e para isso sugiro procurar cursos rápidos em entidades como o Esse oferece diversos cursos gratuitos (alguns pagos) que irão te dar uma boa base para começar.
  2. CONTRATAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS: Essa é para quem já vai começar o negócio com um bom fluxo de caixa, e poderá se dar ao luxo de bancar essa estrutura enquanto o negócio cria maturidade e possa se pagar. É uma alternativa que se deve levar bem em conta, afinal, se você não sabe vender, contratar um bom vendedor trará mais recursos à empresa, e você se garantindo no serviço, a receita fecha. Já vi diversas lojas que não iam pra frente por conta da falta de um bom vendedor. O dono, sem jeito, acabava vendendo apenas serviços simples e tendo alto volume de veículos (resultando em altos custos de produtos e funcionários) e ao contratar um bom vendedor, diminuíram o volume e aumentaram a receita diária convertendo serviços de margem maior.
  3. ENCONTRAR UM SÓCIO QUE LHE COMPLETE: Sociedade pode ser um bicho de sete cabeças para muitos, e sim, pode ser que seja mesmo, caso você não escolha a dedo seu parceiro, afinal, você vai lidar com dinheiro (que já é complicado) com uma pessoa que você passará mais tempo que sua esposa/a ou namorada/o (e já sabemos como é difícil lidar com isso). Um bom sócio deve ter um perfil oposto ao seu, se você é bom em vendas e no serviço, ele deve ser bom no serviço e em controle financeiro por exemplo. Se você é sonhador e otimista, ele deve ser menos sonhador e um pouco mais pé no chão.

Quando abri as lojas de serviços eu era sozinho e despreparado, bati muita cabeça e perdi muito dinheiro devido a falta de experiência, só não quebrei por ter um bom caixa para segurar as mazelas. Não sabia vender, não era bom em serviço (não sabia nada) e nem era controlado, era apenas empenhado e bem criativo. O mercado ainda permitia isso lá pra 2009 e com isso pude ir melhorando até ter experiência, mas não se engane, não me tornei completo, isso é algo bem difícil .

Sebrae_[Sebrae_o_que_e_ser_empreendedor_imagem_interna]_v2

Ao abrir a Artwax em 2013 o fiz com um sócio (Eduardo Marques) que exatamente me completava nos pontos fracos (Sistemas, lidar com as burocracias, curioso com tecnologia e mais pé no chão que eu). Isso foi suficiente para começarmos a empresa, mas logo começamos a aumentar a demanda e precisavamos de alguém com experiência para cuidar do financeiro e RH, pois eramos péssimos nisso, e foi ai que entrou a Thais (minha irmã) como sócia na empresa. Isso fechou o elo e hoje trabalhamos redondinho, cada um fazendo o que sabe e se aprimorando em sua área SEMPRE, assim conseguimos somar a empresa e temos a obrigação de chegar no mínimo 3x mais longe do que se estivéssemos sozinhos.

Para a Artwax essa receita deu muito certo, e apenas no ano passado tivemos um crescimento nas vendas de 378% frente ao ano de 2015. Claro que isso com a ajuda de dedicados colaboradores que vieram agregando ao entrarem na empresa.

Ok, sabendo de tudo isso nós queremos ajudar vocês a empreenderem com mais preparo e confiança. Esse canal que estamos disponibilizando será utilizado para falarmos sobre empreendedorismo. Chamaremos profissionais de áreas específicas para fazer artigos e vídeos relacionados a nosso mercado, assim poderemos amparar vocês com um empurrãozinho para que não figurem entre essas 6 empresas que quebram. Queremos ver vocês no topo, felizes em empreender, essa foi a forma que encontramos para ajudar.

Estou muito feliz com esse projeto pois tenho certeza que também ganharei muita experiência junto de vocês.

Nos vemos nos próximos posts.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: